Você sabe de onde vem o musk? - Amyi

Você sabe de onde vem o musk?

Com certeza você já ouviu falar do musk na perfumaria. Notas almiscaradas são comuns nas composições, principalmente no fundo do perfume, mas será que você sabe mesmo que cheirinho especial é esse?

Originalmente, o musk era uma substância coletada do testículo do cervo, da espécie Moschus. Os machos dessa espécie têm uma glândula que produz esse cheiro almiscarado para atrair as fêmeas (cientistas dizem que é um cheiro semelhante ao cheiro da testosterona, o que fortalece a teoria de que essa atração também funciona com os humanos. Será?!).

Por muitos anos, esse material foi retirado do animal e é considerado uma das preciosidades da perfumaria. A glândula é retirada do cervo abatido e colocada para secar no sol para, em seguida, retirar os grãos de almíscar. No entanto, esse procedimento colocou em risco a existência dos cervos e, claro, foi proibido (ufa, a gente agradece!).

Agora vem a parte curiosa: a descoberta dos primeiros musks sintéticos, ou seja, 100% veganos, aconteceu por acidente. Enquanto o cientista Albert Baur fazia um estudo sobre explosivos eficazes e seguros em 1888, ele notou um cheiro almiscarado no ar, que deu origem a essa classe de musks sintéticos mais baratos e com cheiro bem similar. Porém, logo foi banido pela toxicidade e instabilidade da substância. Que perigo!

Com o passar dos anos e dos estudos em laboratórios, apareceram vários outros musks sintéticos seguros e cheirosos no mercado. Hoje, é um ingrediente muito utilizado na perfumaria por equilibrar a composição com um toque sutil e sensual, “limpando” a fragrância. Alguns testes também comprovam que ele faz o perfume durar mais tempo, por serem notas mais pesadas e demorarem mais tempo para evaporar.

Demais, né? Graças a tecnologia temos uma solução vegana e livre de crueldade em animais no mercado. O Amyi 2.11, por exemplo, traz para a composição 13 musks veganos e biotecnológicos. “São 13 musk combinados com um leve toque de notas de couro, junto com um ingrediente natural que é o ambrette seed. O ambrette seed absoluto tem características musks, é levemente frutado, com um toque animálico.” conta Hernan Figoli, perfumista criador do Amyi 2.11.

Sensações e Sentimentos

A combinação de musks no Amyi 2.11, desperta sentimentos de bem-estar, conforto e a deliciosa sensação da pele sendo abraçada. Traz também a sensação de aconchego no subconsciente principalmente quando combinado com o floral aquoso do muguet.

Hernan usou ingredientes que remetem à lembrança dos musks do passado junto aos musks biotecnológicos do futuro para criar uma fragrância clara, iluminada e que celebra a pureza. Segundo Hernan, “sem o musk não haveria fragrâncias frescas, nem existiria a perfumaria fina que conhecemos hoje.”

Saiba mais sobre o Amyi 2.11.

Voltar para o blog

1 comentário

Que descoberta maravilhosa.
Um conceito diferenciado em perfumes. Orgulho deste produto ser produzido no Brasil

ROSANA MATOS

Deixe um comentário

Os comentários precisam ser aprovados antes da publicação.