Qual é o melhor fixador de perfumes do mundo?

Qual é o melhor fixador de perfumes do mundo?

 Ao procurar por uma fragrância, a primeira pergunta geralmente é “mas o fixador é bom mesmo?”. Afinal, não existe sensação pior do que passar um perfume e pouco tempo depois ele já ter evaporado por completo. Mas por que será que alguns perfumes duram tanto e outros não? Ou ainda, por que será que o mesmo perfume pode performar diferente em duas pessoas? Vamos aos fatos e prepare-se para a bomba: fixador não existe. O termo “fixador” foi criado para simplificar a explicação de alguns perfumes durarem mais do que outros, logo, algumas pessoas começaram a achar que o “fixador” era um componente da fragrância. Mas isso não passa de um mito. 

 

Você pode estar se perguntando: então, por que alguns perfumes duram mais do que outros? Conheça os 5 fatores que explicam a variação da fixação de um perfume na pele e esqueça o termo “fixador”. ;)

 

  • A CONSTRUÇÃO OLFATIVA

O primeiro ponto importante de se observar é que um perfume é feito de vários ingredientes diferentes, que evaporam em tempos diferentes. Alguns são mais densos e demoram mais a evaporar, outros são mais leves e vão embora mais rápido. Notas amadeiradas, ambaradas e adocicadas demoram mais tempo para evaporar e por isso têm mais durabilidade. Logo, quanto maior a dose dessas notas, mais longa é a duração da fragrância. 

 

“Isso significa que perfumes cítricos duram menos tempo na pele?” Sim, exatamente. Quando comparamos dois perfumes, com a mesma qualidade de ingredientes e concentração da essência, por exemplo, o cítrico versus o amadeirado vai durar menos tempo na pele, inevitavelmente. Mas, como já vimos, nem só de notas cítricas vive um perfume, não é? Perfume é uma construção feita com harmonia, que une - geralmente - notas leves e também notas densas, e são essas que conseguem aumentar a duração da fragrância como um todo na pele. É uma alquimia complexa e nós amamos!

 

  • A QUALIDADE DOS INGREDIENTES

Além da construção olfativa, outro ponto que influencia na durabilidade de um perfume é a qualidade dos ingredientes e matérias-primas que compõem a fragrância. Você pode ter dois perfumes de rota olfativa amadeirada, por exemplo, mas com tempo de duração na pele completamente diferentes. Isso porque os ingredientes de qualidade têm uma molécula mais robusta e complexa, que demoram mais a evaporar, diferente das matérias-primas mais básicas, digamos assim.

 

  • A CONCENTRAÇÃO

Se você é leitor assíduo aqui do nosso blog, com certeza já sabe diferenciar eau de cologne, eau de toilette e eau de parfum. Essa denominação identifica a concentração de essência da fragrância, sendo o eau de parfum a mais alta concentração entre os três tipos. Quanto mais concentrado é esse perfume, mais tempo ele dura na pele. 

 

Já falamos de rota olfativa, qualidade e concentração. O que mais influencia na duração do perfume na pele?

 

  • SUA PELE!

Será que a pele influencia mesmo no perfume? A resposta é: DEMAIS. A nossa pele influencia não só no cheiro do perfume, mas também na duração sim. Alguns aspectos do nosso corpo podem fazer o perfume evaporar mais rápido, como por exemplo a hidratação, a temperatura, e até variações hormonais. Uma pele mais hidratada, ou seja com mais umidade, consegue segurar por mais tempo a fragrância e deixar com que ela evapore aos poucos, porque é como se os ingredientes grudassem naquele terreno mais úmido.

 

Isso não quer dizer que, se a sua pele reage bem a um perfume, ela vai reagir bem a todos os perfumes. Isso é uma reação da pele com aquela composição específica. Cada perfume tem uma composição e ingredientes em quantidades diferentes, uma construção única, que se mistura com o seu cheiro, com a sua pele (por isso reforçamos sempre a importância de testar na pele!).

 

  • SEU CÉREBRO!

“Nossa, como você está cheiroso(a)!” – aí você se cheira e não sente nada. Já aconteceu com você? É bem normal e se chama acomodação olfativa. Na prática, o cheiro pode também ser um sinal de alerta, como a fumaça que leva rapidamente a informação de perigo de fogo, por exemplo. Quando não existe ameaça real, o cérebro é capaz de "desligar" aquele estímulo olfativo. Ou seja, se você aplicar o perfume e algum tempo depois não sentir mais, não significa, necessariamente, que ele não está mais lá. Pode ser apenas um recurso do seu cérebro para ignorar aquele estímulo. Um exemplo desse mecanismo incrível é o cheiro de pipoca no cinema – ao chegar, você sente o cheiro muito forte, mas minutos depois, mesmo com um balde de pipoca no seu colo, já não consegue mais sentir, simplesmente porque é inofensivo. 

 

DICA: diversifique a fragrância pro seu olfato não se acomodar. ;) 

 

CONHEÇA NOSSAS ROTAS OLFATIVAS COM DURAÇÃO PROLONGADA NA PELE: 

Amyi VII - romã | orquídea negra | baunilha

Família olfativa: Floriental Verde

Amyi VII é um perfume que se abre com uma explosão de romã, levemente amargo e doce, deixando uma sensualidade misteriosa no ar. Seu rico bouquet de flores brancas e aquosas é intenso e volumoso e tem como destaque a exuberância da orquídea negra e da flor de lótus. De textura aveludada como camurça, suas notas de fundo combinam o acorde de couro branco com a baunilha, criando uma sensação de carinho e cuidado, como se fosse um abraço.

 

Amyi 2.12 - sálvia absoluto | whiskey | oud envelhecido

Família olfativa: Amadeirado Especiado

Amyi 2.12 se abre com o vigor da toranja em contraste com o lado ambarado da sálvia absoluto, para uma primeira impressão hipnotizante. O perfume evolui para um rico acorde de whiskey envelhecido em preciosos barris de oud, trazendo sofisticação e força para o coração da fragrância. Um toque de couro, como assinatura final do perfumista, dá um ar inigualável de mistério à fragrância.

 

Amyi 2.13 - iris negra | ruibarbo | sândalo

Família olfativa: Floriental Amadeirado

Amyi 2.13 traz de forma inédita a floralidade cremosa da íris negra para o topo dessa fragrância, criando uma primeira impressão extremamente nobre. Um toque amargo de ruibarbo cria um frisante inesperado. A luxuosa flor de tuberosa junto com um fundo cremoso de sândalo e benjoin envelopa a pele com muito conforto e sofisticação.

 

Amyi 3.17 - ládano | sândalo | suor pós-sexo

Família olfativa: Animálica ambarada

Amyi 3.17 é uma fragrância animálica (e vegana!) do começo ao fim, com cheiro de pele quente suada de prazer. Notas confortáveis e prazerosas de ládano e sândalo, são aquecidas pelo complexo de notas animálicas e pelo acorde de suor pós-sexo. Um perfume que nasceu para causar.

 

Amyi 3.18 - absinto | cacau amargo | fava tonka

Família olfativa: Ambarada gourmand

Amyi 3.18 traz uma overdose de notas de cacau contratadas com o frescor do licor de absinto. Um perfume intenso e elegante, que evolui para um corpo altamente cremoso e levemente adocicado, com benjoim, fava tonka e notas de tabaco. Uma combinação inusitada que vai mexer com a sua percepção e liberar a sua criatividade!

 

 

Voltar para o blog

Deixe um comentário

Os comentários precisam ser aprovados antes da publicação.