Publicado em Deixe um comentário

Experiência: a tendência que vem com tudo no varejo

É comum ouvirmos por aí que o ambiente digital é o futuro. Menos esforço, mais espaço para se comunicar com o consumidor, rapidez no processo, conforto de receber em casa. Mas será que todos estão felizes assim? 

A verdade é que o que faz o consumidor comprar é a experiência. Lojas físicas, em geral, vem se tornando uma dinâmica cansativa. Seja pela complexidade do espaço, pela falta de auxílio ou até pela insistência do vendedor. Já pelo olhar da neurociência, podemos dizer que as marcas que estão no varejo têm, na verdade, uma mina de ouro nas mãos.

Isso porque o ambiente físico é capaz de juntar todos os cinco sentidos e criar micromomentos memoráveis durante a jornada do cliente. Ou seja, quando a marca está atenta à experiência que ela proporciona, ela consegue criar um vínculo mais profundo com aquele consumidor. Tudo isso gera amigabilidade, confiança e conexão entre propósitos.

Experiência na prática

Proporcionar experiência é fazer o cliente olhar o produto não apenas como algo funcional, mas sim pelos valores daquela marca. Essa conexão pode ser fortalecida por meio de conteúdos escritos e falados, objetos, cheiros, músicas, além – é claro – da sinergia com os princípios da marca. Afinal de contas, aquilo que provoca a sinestesia (união dos sentidos) é capaz de criar uma relação muito mais profunda e verdadeira. 

Dessa forma, a vivência no ambiente físico volta a ser uma tendência pro futuro. Tudo que nos trouxer pra vida real, pro natural, pro toque, pro social, vem com tudo nessa era pós-pandêmica. E foi por esse caminho que a Amyi escolheu seguir ao inaugurar a primeira Pop-Up Store no Morumbi Shopping. Mesmo tendo nascido como uma marca DNVB (digital native vertical brand – em português, marca vertical nativa do ambiente digital) é preciso acompanhar as necessidades e dores do consumidor.

 

Foto divulgação: Pop-Up Store Amyi no Morumbi Shooping

Nosso público queria sentir a Amyi em todos os sentidos. Pegar, cheirar, olhar, experimentar cada produto. Entender mais sobre o seu próprio perfil olfativo, conversar  sobre o universo da  perfumaria. Vivenciar  a  jornada sensorial e educativa, tão especial e reconhecida por quem já viveu. 

 

Foto divulgação: Experiência Amyi

É assim que a Amyi chega ao varejo: não apenas para vender perfume, mas criar uma nova relação do consumidor com a perfumaria. Queremos encantar não só pela altíssima qualidade dos produtos, mas também pela forma especial e prazerosa com que faremos isso. Unindo tecnologia à uma experiência imersiva e acolhedora.

Nasce no varejo um novo conceito para escolher e comprar um perfume.

Ainda não conhece a Experiência Amyi? Clique aqui

Publicado em Deixe um comentário

Segundo princípio: a perfumaria é uma arte, se você se permitir

Perfumaria é uma arte

Afinal de contas, o que é arte? Bom, muitas são as definições sobre o que é realmente arte. Na Amyi, acreditamos que arte é uma expressão criativa que, ao admirá-la, mexe com algo dentro de nós. Percebido pelos sentidos, esse movimento interno gerado pela  apreciação de algo é um convite ao encontro de sensações, sentimentos, emoções e até mesmo lembranças, que só acontece se permitirmos tal conexão. 

Olhando para o lado da expressão criativa como arte, temos na perfumaria a habilidade de manusear centenas de ingredientes, com cheiros próprios, muitas vezes complexos e multifacetados. Além disso, cada matéria-prima também apresenta volatilidades diferentes ao longo do tempo, ou seja, dissipam seus cheiros no “seu  próprio momento”. Criar perfumes é ter a habilidade de trazer combinações infinitas com pouquíssimos ingredientes ou mais de 200 em harmonia –  e movimento! – ao longo de horas. 

Arte, não? Quase. 

Permita-se observar o que acontece com você ao apreciar um perfume. Por trás de cada fragrância existe um artista chamado perfumista. Pessoas que se dedicam por anos para desenvolver um talento olfativo capaz de transformar ingredientes em fórmulas sublimes. Fórmulas que carregam muito mais do que notas de corpo ou de fundo, mas de alma. Fórmulas que materializam intenções e te convidam a observá-las, permitindo que a conexão aconteça entre histórias. E é aí, que a mágica acontece e alcançamos a arte da perfumaria. 

Na Amyi, não queremos só usar perfumes. Buscamos conexões reais e profundas. E como nos desafiamos para criar o inusitado e levar verdadeiras obras de arte você? A resposta é simples: com LIBERDADE! 

Na Amyi não tem briefing, não tem crítica, não tem retrabalho. Pedimos, ou melhor, convidamos perfumistas a criarem perfumes que eles tenham muito orgulho de assinar. Nosso papel nessa história toda? Levar até você as inspirações reais, intenções e te ajudar a compreender o lado desses artistas brasileiros para que você possa se permitir descobrir como tudo isso mexe com você. 

Topa viver essa jornada sensorial com a gente?